Após o sucesso da música Venha sem Demora, SoulZah lança novo single em homenagem ao dia da Consciência Negra

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

É claro que todo dia é dia de olhar pra dentro de si em busca de um processo de autoconhecimento, capaz de nos tornar pessoas melhores e quebrar crenças adquiridas dos nossos antepassados, por meio de instituições sociais.

Mas o dia 20 de novembro representa uma oportunidade, ano após ano, de entender, respeitar e mudar os paradigmas à respeito do movimento negro . A data foi escolhida em homenagem ao grande líder e escravo guerreiro, Zumbi dos Palmares, decapitado em 1965.

SoulZah, artista negro nascido e criado na periferia de São Paulo viveu e sentiu na pele os resquícios de uma vida rodeada de preconceito e discriminação de cor, e hoje possui total autoridade sobre o que fala seu novo single Lata D’água. Confira seu depoimento:

Como surgiu a música Lata D’água?

Estávamos no home estúdio na casa do Bruno Lima em Belo Horizonte quando recebi o convite de gravar com ele uma música de sua composição, junto com os queridos amigos e músicos Matheus Rocha e Miro Machado.

Houve uma troca de ideias sobre o que a música representava, uma vez que todos os envolvidos são, de alguma maneira, ativistas de causas sociais.

Comprei a ideia de cara, a canção representava muito pra mim. Entramos no estúdio e com as luzes apagadas, que era para obter uma maior elevação espiritual e me conectar com meus antepassados, gravamos a primeira versão de Lata D’água.

O que a música Lata D´água representa para o SoulZah?

Essa representação tem a ver com toda minha história de vida, com a luta das mulheres da minha família, porque nada foi fácil. Éramos pobres e negros, vivendo na periferia de uma grande metrópole.

Apesar de difícil, a vida era boa. As situações eram apresentadas pra gente, enquanto crianças, conectadas com a dureza da realidade mas uma maneira leve, bem humorada e cheia de esperança em um futuro melhor.

A grande chefe da família era minha Vó, Dona Silva, que inclusive mereceu um single que eu compus inspirado na força e na vida daquela sábia mulher. Ainda será gravada e lançada nos próximos meses.  

Porque lançar sua versão remixada?

Acredito que o remix hoje é uma necessidade para fazer a música atingir faixas etárias mais jovens, grandes consumidoras do produto nas plataformas digitais.

Claro que para fazer uma remix de responsabilidade contei com um cara referência na área e parceiro de longa data, o Dj Duck JAM, de São Paulo.

O eletrônico confere também uma certa suavidade a um tema tão complexo. Ao tornar a música dançante, eu ajudo as pessoas a se abrirem mais para meu discurso de luta.

Que relação o novo single tem sua música de trabalho Venha sem Demora?

O single Venha sem Demora me mostrou muita coisa interessante ano passado. Foram 5.000 ouvintes no Spotify e, por incrível que pareça, 90% deles situados nos EUA.

Senti na pele o quanto nossa música é querida lá fora e resolvi usar desse caminho aberto para falar de um tema que também é muito forte por lá, se não mais que aqui, só que com esse jeito todo brasileiro.

A minha veia hip hop e freestyle já é bastante comum na produção musical norte americana, mas quando junto isso ao samba e aos ritmos africanos dos terreiros, como o ijexá, o contexto fica ainda mais interessante para eles pois traz uma experiência nova para um país cristão protestante conservador.

Como Lata D’água contribui para uma renovação de paradigmas sociais?

Essa seja talvez a questão mais fundamental. A luta pelos direitos da mulher é hoje pauta em todas as rodas de conversa, e de fato deve continuar sendo para atingirmos a tão esperada igualdade entre homens e mulheres. #nenhumdireitoamenos

Mas existe uma diferença grande entre o feminismo e o feminismo negro, porque além da diferença entre masculino e feminino, há uma disparidade grande entre a luta da mulher branca e a luta da mulher negra.

Minha intenção aqui não é discutir o tema mas sim propor essa reflexão, por meio da música Lata D’água, para que as pessoas tomem consciência disso e respeitem a causa.É o legado que quero transmitir para as novas gerações, quero que meus filhos cresçam entendendo este lugar.

Onde ouvir e comprar o single Lata D’água?

O single já começou a ser distribuído pela ONErpm e se encontra disponível em todas as plataformas digitais, para comprar ou para ouvir. Você pode acessá-la no Spotify, no Deezer, no iTunes, na AppleMusic, no YouTube e até no próprio site da distribuidora.

Cantem, dancem, compartilhem em suas playlists, promovam o recado pra gente construir essa sociedade cheia de amor que a gente quer. Afinal, elementar é o samba pra sobreviver!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.